Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2012

A política de comunicação: credo

O Senhor Primeiro-Ministro deu uma entrevista ao Porto Canal. Fontes próximas do Senhor Chefe do Governo garantem que está a ser equacionada a hipótese de fazer o balanço de actividade governativa do ano 2012 ao Canal CREDO (*).

 

 



* Este vídeo pode ter cenas eventualmente chocantes.

publicado por Ana Catarina Santos às 11:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 23 de Novembro de 2010

A quem emprestariam dinheiro?

O problema essencial está neste contraste: em Portugal, os números da execução orçamental revelam que houve aumento de receitas mas, também, aumento das despesas e do défice; em Espanha, houve aumento das receitas mas também houve uma redução das despesas e do défice. Perante estes dois percursos, a quem é que emprestariam dinheiro?
publicado por João Cândido da Silva às 17:10
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 18 de Novembro de 2010

Quem nos dera a Irlanda

Que o problema da Irlanda não é igual ao problema de Portugal já se sabia. Eles, têm que salvar o sistema financeiro, responsável por dois terços do défice público porque, de resto, em matéria de finanças públicas, já deram provas de serem capazes de gerar excedentes, feito de que poucos países se podem orgulhar.

Nós, temos que salvar as finanças públicas e baixar o défice externo porque ambos comprometem a saúde do sistema financeiro e, em consequência, do país todo. Entre uma coisa e outra, seria preferível termos o problema irlandês.
publicado por João Cândido da Silva às 15:49
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 4 de Novembro de 2009

Tantas razões para emigrar ou apanhar um foguetão para Marte

- O défice das contas do estado português anda pelos 8% e é provável que venha a chegar aos dois dígitos;

- Precisamos de trabalhar um ano inteiro para pagar todas as nossas dívidas;

- Não se vislumbra quando voltará a crescer a nossa economia de forma sustentada, muito menos a níveis minimamente decentes, ou seja acima dos 2,5% ou 3%;

- Todas as instituições supostamente respeitáveis do País estão feridas ou feridas de morte;

- O caso Face Oculta não é mais do que uma parte da face visível de como funciona esta choldra;

- O BCP mastigou Armando Vara enquanto deu jeito ter um amigo do primeiro-ministro na administração e cuspiu-o agora que o seu nome mancha a instituição;

- Os banqueiros fundadores do BCP, dos mais respeitáveis senhores da nossa praça, estão a ser investigados por moscambilhas;

- O "banqueiro de sucesso" BPP, João Rendeiro, foi apanhado em mais moscambilhas;

- O buraco do BPN já vai em 3,5 mil milhões de euros, moscambilhas enormíssimas, onde cabem já mais de meia dúzia de submarinos novinhos em folha e a malta é que vai ter de pagar: não está ninguém na cadeia;

- O primeiro-ministro, José Sócrates, tem estado sob suspeita de uma grande moscambilha cuja verdade nunca mais se sabe; também foi acusado na praça pública de outras moscambilhices menores, mas que nada abonam em favor do seu carácter ou idoneidade;

- O Presidente da República continua fora de moscambilhadas, mas deu uma facada na sua própria credibilidade ao deixar arrastar suspeitas de moscambilhatas delirantes na praça pública antes das eleições; depois fez a mais disparatada comunicação ao País, o qual, se tiver juízo não confiará nos juízos de Cavaco;

- O Parlamento é uma manta de retalhos de gente pouco dada a entender-se com seriedade sobre o País e sentam-se lá alguns bons especialistas em moscambilhadas;

- As suspeitas sobre moscambilhadas no financiamento do partido conservador por causa do negócio dos submarinos continuam a pairar sobre o CDS e nunca mais se resolvem;

- O PSD é o único partido alternativo ao PS, mas continua envolvido em guerras de gangs e ódios pessoais entre gente que se desconsidera completamente e as bases do partido que elegem os líderes são uma ficção moscambilhada por meia dúzia de caciques;

- O PCP continua a defender a revolução proletária e a prometer o paraíso socialista na terra - era só esta moscambilhada que nos faltava - e o Bloco também. E ambos os partidos têm quase 20% de votos ;

- A Justiça trabalha mas não funciona: nem vale a pena enumerar os casos porque já estou cansado;

... e por agora é só isto, e é porque hoje acordei bem disposto e cheio de boas razões para louvar o sucesso da nossa democracia...

publicado por Vítor Matos às 11:14
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Setembro de 2009

Portugal e os portugueses

Um excelente texto de Gabriel Magalhães sobre Portugal e os portugueses.
publicado por João Cândido da Silva às 22:23
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 28 de Julho de 2009

Prova dos nove

Não sei se Ricardo Salgado foi um dos inquiridos portugueses que se manifestou a favor da união política ibérica, mas, tendo em conta a importância que atribui à crescente integração entre os dois países, será curioso verificar se manterá esta perspectiva no caso de algum banco espanhol se mostrar interessado em comprar uma grande instituição financeira portuguesa.
publicado por João Cândido da Silva às 19:12
link do post | comentar | favorito

Convicção interesseira?

Desconfio que este entusiasmo dos portugueses pela união política com Espanha não passa de um desejo mal disfarçado de arranjar alguém que nos pague as contas. O problema é que a altura não é muito propícia para alimentar estas fantasias.
publicado por João Cândido da Silva às 18:54
link do post | comentar | favorito

apresentação

Tudo o que sobe também desce

Conheça a história do ascensor aqui.

autores

pesquisar

posts recentes

A política de comunicação...

A quem emprestariam dinhe...

Quem nos dera a Irlanda

Tantas razões para emigra...

Portugal e os portugueses

Prova dos nove

Convicção interesseira?

arquivos

links

subscrever feeds