Sábado, 5 de Janeiro de 2013

Pílulas de Dikaiosyne

 

Nomes que pululam na minha cabeça

 

Górgias, Ménon, Fedro.

Fédon, Equécrates, Cármides, Lísis.

Teeteto, Polemarco, Trasímaco de Calcedónia.

Adimanto, irmão de Platão.

Sócrates, Nicérato, filho de Nicías

Lisías e Eutidemo, Céfalo.

Demóstenes, Eratóstenes,

Glaucón, irmão de Platão.

Carmantidas e Clitofonte

Sócrates (náo este, o outro).

Péricleas, Polidamas, Isménias de Tebas.

Pireu, Téages, Dionísio de Siracusa.

Batalha de Mégara, Mês de Thargelion (Junho).

Potone, irmã de Platão.

Timeu de Locros, Hermócrates e Crítias.

Lacques, Eutifron,

Philosophos, amigo do saber.

Philodoxos, amigo da opinião.

Contos de Alcínoo, Alquimos,

Er, Arménio, Panfília, Crátilo.

Antifonte, meio-irmão de Platão.

Orfeu, Ájax, Agamémnom, Ulisses.

Láquesis, Cloto, Átropos.

Letes, Ameles, Ananke.

Dikaios, virtude.

Dikaiosyne, totalidade das virtudes.

Megas agon, grande combate.

 

Sim. Estou a reler a República, de Platão.

 

Devia ser prescrito pelo médico a quem toma em mãos a coisa pública. 

Dikaios, virtude.

Dikaiosyne, totalidade das virtudes.

Pílulas de Dikaiosyne, especialmente.

Diárias, senhor doutor.

Eles precisam.

 

publicado por Ana Catarina Santos às 02:06
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 6 de Outubro de 2009

Lido no Elevador

- E Fernando Lima? de Paulo Gorjão, no Delito de Opinião - Cavaco pede transparência na vida pública, mas nos assuntos da sua mercearia em Belém mantém uma inegável opacidade.

- Navegações, de Luís Naves, no Corta Fitas - Sobre como todos os regimes portugueses monárquicos ou republicanos têm caído de podre.

- Os "5 de Outubro", de Henrique Raposo, no Clube das Repúblicas Mortas - sobre como a discussão entre Monarquia e República está deslocada do que é essencial. Subscrevo em absoluto tudo o que ali é dito.

- República vs Monarquia, de José Gomes André, no Delito de Opinião - sobre os idiotas que o povo escolhe e os idiotas que nos calham em sorte.
publicado por Vítor Matos às 12:58
link do post | comentar | favorito
Sábado, 15 de Agosto de 2009

Sobre a bandeira

Sobre o "caso" da bandeira monárquica que foi hasteada nos Paços do Concelho, em Lisboa, tenho a dizer o seguinte:

1. O blogue 31 da Armada parece ser das poucas entidades capaz de desafiar os peritos em "marketing" político que trabalham para o Governo e para o PS, sobretudo porque estes, depois de terem andando convencidos que iriam ter sucesso sempre, andam desorientados.

2. Se os autores da façanha fossem uns energumenos de extrema-esquerda e se tivessem dedicado a vandalizar uma plantação de milho transgénico, seria mais provável poderem contar com a complacência das autoridades e com uma onda de "boa imprensa". É triste, mas é assim.

3. Sou republicano e, se houvesse um referendo ao regime, coisa que de forma alguma me chocaria, não votaria pelo regresso da Monarquia. Porém, se fosse realizado um referendo à bandeira nacional, votaria pelo regresso às cores da nacionalidade, o azul e branco, que jamais deviam ter sido substituídos pelo verde e vermelho que renegam a história de Portugal e que, não sei se pior ainda, compõem uma das bandeiras mais feias do Mundo.
publicado por João Cândido da Silva às 07:25
link do post | comentar | favorito

apresentação

Tudo o que sobe também desce

Conheça a história do ascensor aqui.

autores

pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

subscrever feeds